9 de abril de 2016

Curiosidades do bomberman nas versão antigas

Curiosidades do bomberman nas versão antigas











Um puco da história e curiosidades do bomberman antigo desde 1983 . O game marcou minha infância e com certeza deve ter marcado a sua tambem.


Não se esqueça de deixar aquele LIKE NOSTALGICO e comentar sua opinião, crítica ou sugestão pois quem manda aqui no canal é VOCÊ.
----------------------------------------­----------------------------------------­--------------------------
Facebook:
https://www.facebook.com/Nostalgiados...

Site:
http://nostalgiadosgames.blogspot.com...

----------------------------------------­----------------------------------------­---------------------------


O game foi criado por Shinichi Nakamoto, da Hudson Soft, e a primeira versão foi lançada em 1984 para o Famicom, antigo videogame de 8 bits da Nintendo. Nele, o jogador controla um robô que utiliza bombas para destruir barreiras ou explodir inimigos em vários labirintos. 
Os games da franquia também ficaram populares devido suas partidas multiplayer, permitindo disputas explosivas, sendo muito jogadas até hoje em videogames mais recentes.

Eita leleke, agora bateu em mim aquela saudade do super Nintendo. E se você também quer relembrar o game, 
assista o vídeo ate o final e se gostar deixe aquele LIKE NOSTALGICO e compartilhe com seus amigos gamers. Não se esqueça de deixar sua opinião , sugestão ou crítica nos comentários pois aqui no canal quem manda é você.

Bomberman e os Caçadores da Arca perdida?
Antes de ser um robô criador de bombas o bomberman era tipo o indiana Jones e caçava tesouros escondidos. Segundo Toshiyuki Takahashi, funcionário da Hudson, Bomberman foi inspirado no game Bakudan Otoko, um jogo também da Hudson e que foi lançado em 1983 para Sharp X-1, Pra quem não conhece Sharp X-1 é esse vídeo game do arco da velha e que se parece mais coma uma máquina de escrever ou uma calculadora gigante. Igualzinho os de hoje em dia.
No game, o herói vestia um chapéu tipo o do Indiana Jones. Porque o indiana Jones já tinha filme naquela época, e usava bombas cronometradas para explodir fantasmas com formato de balão. Ninguem quer assumir a culpa mas certeza que o cara se inspirou no filme.
Versão feita em 3 dias
A versão lançada para Famicom foi uma das mais bem-sucedidas da franquia Bomberman. O que poucos sabem é que o port foi feito por apenas uma pessoa e em 72 horas. O realizador da proeza foi Shinichi Nakamoto.
Sei lá veio, o cara deve ter usado as 2 maos e os pés pra ter feito o jogo nesse tmepo. OU ele é um nunja, tipo o Jiraya.

Essa versão foi lançada em 1984 e vendeu 1 milhão de unidades. Segundo relatos, o chiclete mascado por Nakamoto teria acabado, e ele começou a mastigar os lápis que ele tava usando. 
A versão original de Bomberman não tinha história alguma, era só um cara explodindo as coisas. Mas tudo isso mudou com a chegada da versão americana para NES. O manual do bommerman para o videogame da Nintendo dizia que o herói era um robô que desejava ser humano.
Bomberman é um robô que tem a tarefa de fabricar bombas. 
Assim como seus colegas robôs, ele foi colocado para trabalhar no subterrâneo de uma força do mal. Bomberman descobriu que essa era uma existência insuportavelmente infeliz. E um dia ouviu um rumor de que qualquer robô que escapasse para a superfície se tornaria humano. OPA, Bomberman agarrou a oportunidade e decidiu que seria um humano, mas fugir dali não seria uma tarefa fácil”.
Apariçoes em Animes
Bomberman já teve algumas aparições em desenhos japoneses. Uma dela foi no episódio 69 de Bleach, em que uma versão de pelúcia do personagem aparece em uma máquina. Também deu as caras em um episódio de Death Battle, em que aparecia disputando uma batalha contra Dig Dug. Em 2002 foi lançada a série Bomberman Jetters, que tinha 52 episódios e deu origem à dois mangás e três jogos. No desenho os Jetters são policias intergaláticos que devem proteger alguns itens de ladrões.
Quase 100 jogos
Segundo dados do site Mental Floss, foram lançados até hoje cerca de 92 games da franquia Bomberman, totalizando 10 milhões de unidades vendidas – sendo 1 milhão apenas do primeiro jogo. Foram 34 edições para videogames da Nintendo, e versões para diversos computadores e dispositivos móveis. O jogo pra caralho veio.



0 comentários: